A Benção da Submissão

Imprimir
PDF

editorial-666

Editorial da Semana: Lucas Tutui

Falar sobre submissão a luz das Escrituras é um grande desafio, pois encontramos diversos tipos dela, por exemplo: Submissão aos pais, as autoridades políticas, aos chefes e tantos outros tipos. Quero neste pequeno texto falar sobre a submissão aos líderes eclesiásticos, porém não de forma exaustiva. Olhe para Hebreus 13.17: Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês. Você já havia prestado atenção neste texto antes?

A submissão nem sempre é prazerosa, pois muitas vezes somos incumbidos a cumprir tarefas que não gostamos, por vezes somos desafiados a realizá-las contra nossa vontade. Há quem acredite que consegue viver como igreja em plena insubmissão e discordância com tudo e todos. O orgulho a impede de submeter-se, pois os orgulhosos estão sempre cheios de si mesmos, se acham autossuficientes, se bastam. Existe apenas uma medida perfeita para que possamos discordar de nossos líderes, sem que sejamos rebeldes: As Escrituras. Se algum líder estiver ensinando doutrinas falsas a igreja, de fato, precisamos ficar com o ensino genuíno das Escrituras. No entanto não é difícil encontrar pessoas vivendo em plena insubmissão, sem respaldo das Escrituras com este estilo de vida: "Não concordo com este líder"; "Discordo da visão do pastor sobre este assunto"; "Eu faria diferente". O texto de Hebreus não diz que você deve se submeter e obedecer aos seus líderes se você estiver de acordo, ou se por acaso for do seu agrado a missão ou tarefa a cumprir, apenas deixa claro para submeter-se a autoridade deles, pois eles os estão protegendo e cuidando de vocês. Além deste cuidado o versículo ainda fala que devemos prestar contas a eles.

Desde o princípio o Senhor escolheu líderes, profetas, pastores para guiar o Seu rebanho. Os profetas do antigo testamento estariam encrencados caso a medida de sucesso de seus ministérios fossem aceitação e submissão às ordens de Deus por eles encaminhadas. Podemos ver as consequências disso em Jeremias 44.1-8 e tantas outras passagens, quanto sofrimento o povo passou pela desobediência e por não ouvirem a instrução. Ainda hoje muitos ouvem a instrução de seus líderes e preferem ficar indiferentes, sem ao menos ter um respaldo bíblico para discordar.

Você já se perguntou se tem sido alguém disposto a obedecer os seus líderes, mesmo que as tarefas e desafios por eles designados não lhes agrade? Já se perguntou se há espaço em seu coração para submissão, ou o orgulho continua a reinar em si? Já se dispôs a servir a Deus alguma vez independentemente do tipo de serviço? Lembrem-se: "A soberba precede à ruína; e o orgulho, à queda." Pv 16:18 O final do versículo ainda nos ensina que devemos obedecer para que o trabalho dos líderes sejam repletos de alegria, e não um peso, isto é, para que haja satisfação na labuta. Ainda na parte "b", fica claro que a submissão é uma benção, pois se por acaso alguém viver na insubmissão e desobediência, isto não terá proveito algum.

Encerro com o versículo 18, pois os líderes, professores, ministros e pastores precisam das orações de suas ovelhas: "Orem por nós. Estamos certos de que temos consciência limpa, e desejamos viver de maneira honrosa em tudo." Hebreus 13:18

 

part1



part2


part3


ÚLTIMO VÍDEO

Veja tudo o que disponibilizamos

TESTEMUNHOS

  • Koinonias

  • noticias